Skip links

Covid-19 (SARS-CoV2)

No dia 11 de março a Organização Mundial de Saúde decretou a pandemia de Covid-19, e desde então tem circulado muita informação falaciosa sobre alimentos, compostos bioativos, suplementos e outras substâncias (geralmente vendidas pela própria pessoa que aconselha) que não tem qualquer evidência científica de suporte nem eficácia. Mesmo os poucos estudos que apareceram sobre nutrientes e o efeito no vírus são experimentais e não têm um desenho que permita tirar uma conclusão robusta.

Tendo isto em conta é de extrema importância que sigam as indicações de fontes fidedignas como a Organização Mundial de Saúde e Direção Geral de Saúde.

 

O que é o Covid 19?

É uma patologia respiratória que é transmissível de pessoa para pessoa através de gotículas provenientes de pessoas infetadas. O vírus que causa esta patologia é um novo coronavírus que foi identificado pela primeira vez durante uma investigação dum surto em Wuhan, na China. Segundo os relatórios de situação, lançados pela Direção Geral de Saúde sobre este vírus, os sintomas são:

As complicações severas provenientes deste vírus são pneumonia, falência de diversos órgãos e em alguns casos morte.

 

Como otimizar o sistema imunitário

Ainda não existem estudos científicos suficientes que relacionem a alimentação e o reforço do nosso sistema imunitário, logo não existe nenhum alimento ou suplemento específico que possa prevenir ou combater o Covid-19.

Para a manutenção da nossa saúde é muito importante um bom estado de hidratação e o consumo adequado de macronutrientes (Hidratos de Carbono, Gordura e Proteína) e de micronutrientes (vitaminas e minerais), sendo de destacar que o mais importante é manter ou implementar uma alimentação completa, variada e equilibrada.

 

Vitamina C

Já há muitos anos que ouvimos falar sobre a vitamina C e os seus efeitos no tratamento ou prevenção de constipações e gripes. Um consumo insuficiente de vitamina C apresenta vários problemas como osteoporose, anemia, fraqueza muscular, imunodeficiência, entre outros, mas este consumo insuficiente é facilmente corrigido através do consumo de fruta e hortícolas frescos.

Estudos mostram que quando se compara o efeito da vitamina C com placebo, durante a ocorrência duma constipação, não existem diferenças estatisticamente significativas.

Atualmente não existe evidência científica que demonstre que a suplementação em vitamina C previna constipações, gripes, pneumonias ou Covid-19.

 

Vitamina D

Esta vitamina é sintetizada na pele através da exposição aos raios ultravioleta (UV), 20 minutos de exposição solar por dia, sem o uso de protetor solar, na cara e braços é o suficiente para se atingir a dose diária recomendada. A exposição solar não causa excesso de vitamina D e consequente toxicidade, no entanto um consumo excessivo através da dieta leva a toxicidade, o que leva a concentrações elevadas de cálcio plasmático que pode levar ao aumento da pressão arterial e calcinose. A vitamina D apenas precisa de ser ‘’suplementada’’ através da alimentação quando a exposição solar não é suficiente.

Isolamento e Compras

Atualmente muitos de nós encontramo-nos em situação de isolamento e é importante assegurar que a disponibilidade de alimentos presentes no nosso domicílio seja adequada, e como tal as saídas para a obtenção destes alimentos devem ser otimizadas para evitar deslocações desnecessárias.

É fundamental planear a nossa ida às compras, para tal é necessário verificar que alimentos existem em casa e se ainda se encontram dentro da data de validade. Na escolha dos alimentos necessários é importante incluir principalmente alimentos que façam parte de um padrão alimentar saudável, isto é, alimentos presentes nos diversos grupos da Roda dos Alimentos, respeitando assim as proporções indicadas.

Outro aspeto fundamental no planeamento é comprar a comida suficiente para nós, mas nunca nos esquecendo das outras pessoas que também precisam, como diversas pessoas que continuam a trabalhar e que só podem fazer estas compras ao final do dia, e infelizmente, o que tem acontecido é chegarem ao supermercado e existe falta de bens essências como leite, arroz, massas, peixe, carne, hortícolas, fruta, etc. É então de extrema importância a empatia pelo próximo neste momento inédito que estamos a viver.

Sugestão →

Consulte as orientações da Direção Geral de Saúde na área da Alimentação.
Ver aqui

 

Sabia que →

O uso incorreto de máscaras e luvas, poderá aumentar o risco de infeção.

 

 

André Rosa

André Rosa

Referências Bibliográficas:

Direção Geral de Saúde, Relatório de Situação nº 021 | 23/03/2020

Feng, S., Shen, C., Xia, N., Song, W., Fan, M., & Cowling, B. J. (2020). Rational use of face masks in the COVID-19 pandemic. The Lancet Respiratory Medicine.

Hemilä, H., & Louhiala, P. (2013). Vitamin C for preventing and treating pneumonia. Cochrane database of systematic reviews, (8).

Ran, L., Zhao, W., Wang, J., Wang, H., Zhao, Y., Tseng, Y., & Bu, H. (2018). Extra dose of vitamin C based on a daily supplementation shortens the common cold: A meta-analysis of 9 randomized controlled trials. BioMed research international, 2018.

Rodwell, V., Bender, D., Botham, K. M., Kennelly, P. J., & Weil, P. A. (2015). Harpers illustrated biochemistry 30th edition.

The Centers for Disease Control and Prevention (CDC, 2020)
https://eco.sapo.pt/reportagem/corrida-aos-supermercados-ja-comecou-portugueses-ignoram-apelos-para-nao-acambarcarem/